O artesanato de Portugal acompanhado de um bom doce

Impossível visitar uma região e não comprar um mimo para ter em casa e se lembrar das viagens que fez, por onde passou, quem conheceu e o que sentiu. E até mesmo oferecer para quem tanto gostamos.

Vir a Portugal e não levar um pedacinho do país na mala, não tem graça nenhuma. O artesanato português sempre teve grande importância, assim como as tradições que são heranças impares de bens culturais e costumes de um país com mais de 800 anos e, como em outros países, o trabalho de inúmeros artesãos aquece a economia e os olhos pelas belezas e diversidade dos produtos.

Cada souvenir é um pequeno relato da história local. Região a região, os artesãos portugueses representam as características de um país cheio de encantos, sabores e diversidades desde as rendas e bordados, cerâmica, fiação, tecelagem a joalheria.

Algumas destas artes são consideradas de luxo em Portugal, com uma altíssima qualidade e uma experiência impecável de quem as executa, sempre com sorriso nos lábios e histórias riquíssimas de vida.

 

Começando no Norte

Famoso galo de Barcelos.

Vila do Conde as rendas de bilros, que no Brasil, também carregamos esta influência lindíssima dos portugueses.

Minho com os graciosos lenços dos namorados.

Viana do Castelo e a joalharia em filigrana que deixam muitas mulheres com a louca vontade de comprar um de cada.

Bisalhães de seus bordados minuciosos, os teares de linha e a olaria negra.

 

Centro

A olaria, a faiança decorada em tons de castanho, azul e roxo, a tecelagem tem um grande valor artesanal e as mantas do Sardoal, a cestaria e a latoaria.

 

Alentejo

O famoso artesanato em cortiça por conta da elevada concentração de sobreiros, resultando numa produção elevada de cortiça…

A olaria, mais bordados, tapetes feitos por mãos sábias de Arraiolos

A aplicação em feltro, os alinhavados, as frioleiras e as bainhas abertas…

A arte dos chocalheira que há pouco tempo já é Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO

 

Açores com o seu artesanato do mar

A madeira que é utilizada aos trabalhos relacionados com o mar, as escamas de peixe, ossos e dentes de baleia, barro e folhas de milho.

 

Região da Madeira

Já os bordados da Madeira combinam motivos florais e figuras geométricas.

 

Há muito mais artesanato em Portugal

Conhecer este país e suas belezas, caminhando por ruas estreitas cheia de histórias e monumentos lindos, com uma macia e saborosa bola de Berlim em uma mão e na outra, sacolas cheias de mimos do artesanato daqui, é parte quase obrigatória para desfrutar do que Portugal tem a oferecer.

Descobri que a bola de Berlim é a adaptação de um doce típico alemão que chegou a Portugal pelas mãos das famílias judaicas que fugiram da Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial.

A diferença do original é o recheio: no lugar das frutas vermelhas, há um creme a base de ovos, o famoso creme de pasteleiro português. Lembra o nosso sonho aí no Brasil.

Depois de passar um dia caminhando por aqui, em qualquer cidade que tenha escolhido conhecer, sente-se e prove mais um doce, o “guardanapo” – sim este é o nome do doce – e claro, um café.

Aprecie as vidas, ouça a música que este país entoa, as histórias, as construções, os movimentos, sorrisos, cheiros e sabores únicos que cada canto te oferece em grande estilo também.

O “guardanapo” é uma massa de bolo bem fofinha, recheada com doce de ovos. O formato do doce já prova o seu nome.

Portugal é um país cheio de encantos e não me canso de dizer isso, é uma descoberta a cada dia.

E como se diz durante a chuva de pétalas em Holambra na Expoflora, que faz parte da minha história de vida pessoal e profissional:

Senhora, senhores, jovens e crianças…

…sintam a música e deixem-se levar pela emoção!

Prometo que não demoro a voltar! Já sentia saudades de vocês.

E para não perder o hábito:

Anda lá, vem pra Portugal sentir tudo isso e muito mais!

Para o próximo, mais tradições deste país que me acolheu.

Saudações brasileiras de terras lusitanas!

 

Fotos: Divulgação

 

 

Gio Gaspari

Gio Gaspari

Mãe, turismóloga, guia de turismo, empreendedora, marketeira e arteira. Apaixonada pelo universo das viagens e por artesanato, sempre dá um jeitinho de escapar da rotina e cair na estrada com o marido e o filho. Atravessou o oceano por amor, e hoje mora no Porto. Vive em terras lusitanas e aproveitando todo esse universo em que vive, dividirá com a paixão que sente as dicas das melhores escapadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *