Mulheres devem usar inteligência emocional para alcançar sucesso profissional

A tão falada inteligência emocional, capacidade de entender e lidar com as próprias emoções e das pessoas com quem convive, é um dos principais atributos necessários para o líder do futuro, independentemente da orientação sexual. No caso das mulheres, a inteligência emocional, que as ajuda a ser boas mães, esposas, cuidadoras e guardiãs, também é importante para o sucesso profissional, segundo Janaína Rost, head da Tack TMI, consultoria de treinamento corporativo e desenvolvimento de talentos da multinacional de recursos humanos Gi Group.

As mulheres têm peculiaridades e tendências comportamentais que podem ser aprimoradas e usadas também no âmbito profissional, segundo Janaína, que também é especialista em coach e carreira. Veja algumas características relativas a inteligência emocional e como usá-las a seu favor.

– Curiosidade: a vontade de saber de tudo o que acontece ao seu redor, o gosto pelo conteúdo, como as coisas funcionam, como se faz e os motivos, mais aderente às mulheres, facilitam no processo de aprendizado e levam à busca e aprimoramento constante pelo conhecimento em diferentes formas. Esse processo contribui para construir a autoconfiança, consciência do ambiente em que vive, além de adquirir e desenvolver habilidades para soluções de problemas e melhoria da atividade.

– Intuição feminina: o famoso dom é instrumento importante para prever o que há de errado, seja com os colegas e pessoas com quem trabalha, e buscar a solução. Tudo isso aliado à generosidade a faz concentrar sua atenção nos outros, a ter um olhar mais caridoso e cuidador, ampliando a empatia e influência, ajudando a evitar o conflito.

– Escuta ativa: a habilidade de compreender a emoção das pessoas e ouvir o que os outros têm a dizer é um “radar” poderoso para mapear os problemas e nortear na busca por soluções.   

– Espírito solidário: é só perceber um probleminha com a família, filhos ou amigos e até com os vizinhos que a mulher corre para estender a mão.  Saiba que este espírito solidário é uma das principais características de um líder autêntico. Portanto, apoie e colabore com os parceiros e organização na qual trabalha sempre. Isso vai ajudar a valorizar sua imagem na empresa e engajar aliados.

– Dom de motivar as pessoas: os jeitinhos femininos, como aquela conversa amiga, uma atenção especial a quem está precisando, ação para levantar astral, tudo isso ajuda a motivar os colaboradores. Use isso a seu favor para mobilizar o time. Atitudes como deixar um presentinho em cima da mesa do colega, um cartão, um convite para tomar um café ou dar aquela pausa num momento em que simplesmente é preciso mudar de ambiente ou de assunto, deixam o astral muito melhor.

–  Inspire sua equipe: todos querem saber como se faz algo bem feito e interessante e ainda quer fazer igual. Inspire os colegas ou funcionários com atitudes e exemplos que de certa forma chamem atenção, como trabalho bem executado, atendimento diferenciado e outras ações que gerem impactos e resultados positivos.

– Flexibilidade: esteja sempre aberta para o novo e adaptações culturais, principalmente num mundo global e compartilhado, onde as competências se fundem. Mais acolhedoras, as mulheres tendem a ter mais facilidade para ‘abraçar’ a diversidade, buscar novas formas de fazer as coisas e, acima de tudo, paciência e perseverança para aceitar e lidar com desafios. 

“Vivemos num mundo onde a curiosidade, a confiança, a adaptação e a colaboração são as novas e essenciais competências nas organizações com ótimo clima e ambiente para trabalhar, aprender e compartilhar, nos diferentes sensos de propósito”, conclui a head da TackTMI. 

Sobre Gi Group

Gi Group é um dos líderes globais em soluções dedicadas ao desenvolvimento do mercado de trabalho com forte destaque nas atividades de Recrutamento e Seleção, Administração de Temporários, projetos de Terceirização (Outsourcing), Marketing Promocional, Treinamento e Consultoria Empresarial em Desenvolvimento Organizacional e Programa de Estágios.

No início de 2007, o Gi Group começou o seu programa de internacionalização que levou o grupo a estar hoje presente em mais de 50 países na Europa, América e Ásia. A companhia também é membro corporativo global da WEC, a Confederação Internacional das Agências de Emprego,  que reúne seis outras multinacionais do setor. O grupo tem faturamento 2,5 bilhões de euros e atende mais de 20.000 empresas através de 600 filiais em todo mundo e mais de 3000 funcionários diretos. Saiba mais no www.gigroup.com.br

Da Redação
Foto: Janaína Rost, head da Tack TMI/ Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *