Visitação virtual a museus é opção no período de quarentena

Shows cancelados, museus fechados e orientação para evitar aglomerações. Essas são algumas das medidas tomadas para se evitar a disseminação do coronavírus. A visitação virtual a museus, galerias e bibliotecas públicas de todo o mundo são algumas opções para passar esse período. Muitos já ofereciam a opção gratuita antes mesmo do surto de coronavírus.

Além das páginas de cada instituição, Google Arts & Culture reúne dezenas de museus e galerias ao redor do mundo e permite visitas virtuais em espaços de arte. Com o serviço, o internauta tem a possibilidade de ver obras de renomados artistas e conhecer suas histórias.

Veja abaixo opções para o período de quarentena ou de isolamento domiciliar ou hospitalar de pessoas com sintomas da doença por até 14 dias, como recomenda o Ministério da Saúde.

Museus: visitação online

“A Pinacoteca de Brera estará fechada até 3 de abril, mas seu coração continuará batendo e isso se fará virtualmente”. Ela não é a única a optar pelo serviço. Localizado em Milão, na Itália, o espaço convoca o público para continuar acompanhando seu acervo através do site.

Alguns museus do Vaticano, que contam com parte de seu acervo liberado online.

Galeria Uffizi, em Florença, conta com dicas de seus curadores para visitação virtual de parte de suas coleções.

O Museu Arqueológico de Atenas apresenta parte de sua coleção, com fotos e descrições, através de seu site.

Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS) também conta com um acervo virtual que traz informações sobre os itens que compõe os acervos museológico e bibliográfico do museu.

Museu do Prado, em Madri, conta com uma página especial para explorar suas coleções. O museu, como muitos outros espaços de arte da Espanha, está fechado devido ao coronavírus

Fechado por tempo indeterminado, o Museu do Louvre, em Paris, conta com uma visitação virtual em suas salas e galerias

Além da possibilidade de acompanhar as coleções, a página do Museu Britânico também traz uma loja virtual que permite a compra de réplicas de algumas obras, entre outros objetos

Com o anúncio de seu fechamento, o Museu Metropolitano de Nova York convidou seus visitantes para a experiência do museu online

Além de obras, o Met oferece uma agenda musical no projeto de transmissão online de óperas com uma programação que vai até 22 de março. “Todas as noites, ofereceremos uma joia operística completa diferente obra de nossa coleção”, informou o museu. A página oficial do museu traz toda a programação noturna.

Galeria Nacional de Arte, em Washington, conta com um tour virtual em vídeo com as exposições atuais. Nele, o espaço de arte analisa detalhadamente os destaques da coleção com gravações em áudio e vídeo de palestras de artistas e curadores.

Museu Casa de Portinari, em Brodowski, São Paulo, tem um tour virtual do espaço em seu site.

Através da ação #pinadecasa, a Pinacoteca de São Paulo traz conteúdos digitais diários para manter a conexão com o público, promovendo informações sobre a coleção e revisitando exposições.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *