Várzea Paulista recebe a mostra Especial Hitchcock

Várzea Paulista recebe, a partir de 13 de setembro,  Especial Hitchcock – Bastidores do Suspense. A mostra apresentará quatro filmes do famoso diretor até o começo de outubro. Todas as sessões acontecem no auditório da Praça CEU.

Quem assistir a duas, das quatro sessões de cinema, ganhará um ingresso para a exposição Hitchcock – Bastidores do Suspense, que acontece no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo. O transporte para a exposição não está incluso.

O auditório da Praça CEU está localizado na Rua João Póvoa, s/n. Próximo ao Facilita. As apresentações são gratuitas.

Confira a programação:

13/09, às 19h

A sombra de uma dúvida (Shadow of a Doubt) – 1943

19/09, às 19h

O Homem que sabia demais (The Man Who Knew too much) – 1943

 27/09, às 19h

Quando fala o coração (Spellbound) – 1945

03/10, às 19h

O Marido era o Culpado (Sabotage) – 1936

A exposição

A exposição Hitchcock – Bastidores do suspense ocupa os dois andares do MIS. Pelos corredores, o visitante se depara com farto material e informações que compõem e explicam o universo cinematográfico de Hitchcock, incluindo fotografias, documentos e materiais de divulgação de seus filmes.

Filmes clássicos como Intriga Internacional (1959) e Pássaros (1963) têm espaços próprios, com ambientação visual e sonora que deixam o público em constante estado de alerta. A mostra é a primeira dedicada a um artista internacional com concepção e desenvolvimento feitos inteiramente pela instituição no Brasil.

Sobre Alfred Hitchcock

Alfred Hitchcock (1899-1980) foi um diretor, produtor e roteirista britânico cuja carreira cinematográfica durou de 1919 a 1976. Depois de mais de uma década como um dos principais diretores na Inglaterra, Hitchcock emigrou para os Estados Unidos em 1939. Na década de 1940, fez filmes como A sombra de uma dúvida/Shadow of a doubt (1943) e Quando fala o coração/Spellbound (1946), e na década de 1950 dirigiu, entre outros, Pacto sinistro/Strangers on a train (1951), Janela indiscreta/Rear window (1954), Um corpo que cai/Vertigo (1958) e Intriga internacional/North by Northwest (1959).

Hitchcock teve seu maior sucesso comercial com Psicose/Psycho (1960) e depois mudou-se para a Universal pelo resto de sua carreira, dirigindo filmes como Os pássaros/The Birds (1963) e Frenesi/Frenzy (1972). Hitchcock foi indicado pela Academia cinco vezes na categoria de Direção.

 

Da Redação
Foto: Divulgação 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *